top of page

ESCOLA DO MUNICÍPIO PERNAMBUCANO DE POMBOS É A GRANDE VENCEDORA DO PRÊMIO EGG

Atualizado: 3 de abr. de 2023


Projeto vencedor se transformou em Lei Popular e obteve reconhecimento da Câmara de Vereadores da Cidade. Outras duas escolas, que desenvolveram Manual para Escolas Antirracistas e ações solidárias para a comunidade, também foram reconhecidas pela premiação.

Em sua 3ª edição, o Prêmio Gentileza e Generosidade Escolas tem como objetivo valorizar projetos que estejam conectados com os 7 princípios da Educação para Gentileza, Generosidade, Solidariedade, Sustentabilidade, Diversidade, Respeito e Cidadania (7PEGG), gerando integração entre professores, alunos, famílias e comunidades onde as escolas estão inseridas. Ao reconhecer as melhores práticas, professores e alunos se transformam em exemplos de engajamento para toda a sociedade criando hábitos e rituais mais colaborativos como um requisito fundamental para as lideranças do amanhã.

Nesta edição, três escolas brasileiras foram premiadas por fazerem a diferença com projetos de transformação social junto aos alunos e à comunidade: Centro Educacional Inovação (Pombos/PE), Camino School (São Paulo/SP) e Ferreira Master Colégio (Suzano/SP).

O Centro Educacional Inovação, localizado no município de Pombos, estado de Pernambuco, conquistou a 1ª colocação da edição 2022 do Prêmio Educação para Gentileza e Generosidade Escolas com o projeto “Saber e Exercer!”. O projeto foi desenvolvido nas aulas de Cidadania, nas quais são abordados os temas relacionados aos direitos e deveres do cidadão por meio do conhecimento para que os alunos possam ser indivíduos críticos e atuantes para uma sociedade mais justa e igualitária. A partir da iniciativa, foi aprovado um projeto de lei escrito por alunos e professores da educação básica que possibilitou a implantação de uma faixa de pedestres na frente da escola, assim como o acompanhamento da Guarda Municipal para o controle e direcionamento do trânsito no local.

A 2ª colocação ficou com a Camino School, da capital paulista, com o “Manual Para Escolas Antirracistas” que tem como principal objetivo estimular a comunidade escolar a repensar atitudes e desconstruir visões cristalizadas sobre a sociedade brasileira, reforçando a questão do racismo e da discriminação e seus impactos negativos sobre a sociedade como um todo. Após a criação do Manual, um time de educadores se reúne periodicamente para pensar ações formativas para o corpo docente, viabilizando a implementação da lei 11.645 para apoio à gestão na tomada de decisão sobre situações de racismo. Desde sua publicação, mais de 5 mil pessoas já baixaram e compartilharam o documento.

O Ferreira Master Colégio, da cidade de Suzano, São Paulo, obteve a 3ª colocação com o projeto “Master Voluntários”, uma ação da disciplina de Empreendedorismo em parceria com as demais disciplinas do contexto do Ensino Médio, na qual os alunos foram convidados a pensar fora de suas “bolhas” identificando as demandas do território no qual a Escola se encontra inserida. O objetivo foi desenvolver e conscientizar os alunos a construírem propostas envolvendo ações solidárias para despertar a generosidade e ampliar a cisão sobre o território, além de valorizar a troca de conhecimentos, a humanização e o fortalecimento de vínculos além dos muros escolares. Dentro desse contexto, através da mobilização da comunidade escolar, foram implantadas ações de doação compostas por recursos financeiros, humanos e materiais.

Recorde de inscrições

A plataforma Educação para Gentileza e Generosidade recebeu 5106 acessos para inscrição na edição 2022 do Prêmio sendo que, do total de inscritos, 48,5% foram de escolas do ensino público e, dentre a maior recorrência temática, destacaram-se os projetos de conscientização social sobre a importância de um ou mais dos 7 Princípios da Educação para Gentileza e Generosidade com 78,8% de participação, seguidos pelos projetos de arrecadação de bens duráveis e não duráveis (9,1%), de voluntariado (6,1%) e de promoção do calendário sazonal social (3,0%). Das escolas inscritas, 97% têm o hábito de realizar campanhas de solidariedade e 54,5% já adotam a metodologia dos 7PEGG.

Para Marina Pechlivanis, idealizadora da plataforma, a 3ª edição do Prêmio EGG Escolas surpreendeu pela temática dos projetos. “Com abordagens que incluem consciência cidadã, percepção de direitos e deveres, mobilização do ecossistema de entorno e atuação junto ao poder público, entre outras, os projetos da Edição 2022 do Prêmio EGG são exemplos concretos de soluções sistêmicas que nascem e crescem nas escolas com potencial de gerar benefícios e bons precedentes para a sociedade como um todo. Sem dúvida, essas competências sociotransformacionais são fundamentais para uma convivência mais equânime, colaborativa e respeitosa reduzindo as desigualdades, ampliando a distribuição de acessos e melhorando a aplicação das redes de inteligência coletiva”.

Para os participantes do júri que definiu os ganhadores de 2022, a promoção do Prêmio reforça a importância do reposicionamento de toda a comunidade escolar como protagonistas do processo de inclusão e transformação social. “Como entusiasta da cultura de doação e solidariedade, penso que o prêmio EGG é uma das iniciativas mais interessantes que existem no Brasil para crianças e adolescentes”, pontua Rodrigo Alvarez, Fundador e Diretor Executivo da Mobiliza.

Para Sami Elia, líder financeiro e de produtos na Electi Educacional, “um cidadão crítico, consciente e pleno precisa olhar para si e para o outro de forma sensível e inteligível e o recorte dos 7PEGG traz um caminho claro”. Segundo Luiza Serpa, Fundadora e Diretora Executiva do Instituto PHI, “o futuro da educação, com certeza, passa pelos 7PEGG princípios totalmente alinhados com a tendência da educação maker em que colocamos o aluno no lugar de ser um criador e um colaborador o tempo inteiro”.

Daniela Garcia, CEO Instituto Capitalismo Consciente Brasil, sugere aos professores “que aproveitem a oportunidade e a experiência de colocar seus alunos e suas lideranças para refletir sobre um mundo melhor e mais generoso. O futuro da sociedade passa pelos 7 princípios! ”, aconselha a especialista.

Sobre a Educação para Gentileza e Generosidade

A primeira plataforma brasileira de Educação para Gentileza e Generosidade oferece soluções sistêmicas para diversos públicos. Para as escolas, metodologia com 26 planos de aula adaptados da renomada Learning to Give e adequados à nova BNCC, além de cursos e prêmios. Para as famílias, aulas práticas com vídeos, leituras e atividades. Para jovens lideranças sociais, eventos e oportunidades de conexão e visibilidade. Para a sociedade, estudos e pesquisas inéditos com crianças e jovens. Para as empresas, dinâmicas de desenvolvimento humano para programas de treinamentos. Tudo gratuito, descomplicado, acolhedor e acessível, e com base nos 7 princípios da Educação para Gentileza, Generosidade, Solidariedade, Sustentabilidade, Diversidade, Respeito e Cidadania (7PEGG). Dentre os apoiadores mantenedores em 2023, contam o Movimento Bem Maior e a Fundação José Luiz Egydio Setúbal. Fonte: http://pernambucoemfoco.com.br/escola-do-municipio-pernambucano-de-pombos-e-a-grande-vencedora-do-premio-educacao-para-gentileza-e-generosidade-2022-escolas/


68 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page